SAÚDE RECEBE MAIS VACINAS CONTRA A COVID-19 E PROSSEGUE A VACINAÇÃO DE IDOSOS

A Secretaria de Saúde e Assistência Social (Semsa) de Silva Jardim prossegue, no bairro Boqueirão (previsão de 10 pessoas), a vacinação de idosos contra a Covid-19 programada para a primeira fase (a partir de 90 anos), hoje (23/02). Até ontem (22/02), o procedimento atendeu a 52 idosos de um total previsto de 106 anciãos. Também ontem (22), o Município recebeu mais 250 doses de vacinas. Iniciado no último dia 18/02, o atendimento foi aberto com um aposentado de 91 anos de idade, no Centro da cidade.

Amanhã (24/02), está planejada a imunização de idosos a partir de 90 anos nas localidades de Coqueiro e Mato Alto, sendo dois em cada um dos bairros. De acordo com a Coordenação de Imunização, até agora foram vacinados idosos nos bairros Centro (19), Cidade Nova (02), Varginha (11), Imbaú (07), Caxito (02), Biquinha (05), Fazenda Brasil (04) e Cambucaes (02). Houve cinco recusas de vacinação em três diferentes bairros. Duas das pessoas previstas deixaram de ser vacinadas por se encontrarem fora da cidade. Nesta primeira fase, a Secretaria de Saúde vacina os idosos em suas próprias residências.

A Coordenação de Imunização informa que, antes de iniciar a vacinação dos idosos planejados para a segunda fase (80 a 89 anos), concluirá a primeira fase com a aplicação da segunda dose. Em seguida, divulgará um novo plano para atender os idosos da segunda fase cuja previsão de quantidade é de 448 pessoas.

Após, serão os idosos entre 75 e 79 (terceira fase); 70 e 74 (quarta); 65 e 69 (quinta); e 60 e 64 anos de idade (sexta), de acordo com o recebimento das vacinas que deverão ser enviadas pela Secretaria Estadual de Saúde. A vacinação continua até o dia 26/02, conforme o calendário divulgado. A Secretaria Municipal de Saúde também prossegue aplicando a segunda dose da vacina nos profissionais de saúde, tendo imunizado até hoje (23/02) 187 deles.

Até o momento, entre doses destinadas aos profissionais de saúde e a idosos, o Município recebeu 1.177 unidades dos imunizantes, dos fabricantes CoronaVac e AstraZênica, disponibilizadas pelo Governo do Estado. Elas chegaram em seis lotes e em diferentes datas: 240 doses no primeiro, 220 (2º), 50 (3º), 237 (4º), 180 (5º) e 250 (6º).